Google Maps é um dos serviços mais conhecidos e utilizados entre os diversos aplicativos do Google. Depois de muitos anos de desenvolvimento e difusão, o Maps é hoje um ecossistema repleto de recursos de todos os tipos, tantos que alguns são frequentemente ignorados ou permanecem ocultos. Neste guia veremos 10 funções muito úteis de mapas que talvez você se perdeu no caminho, descobrindo as características mais peculiares do serviço. Faremos referência em particular ao aplicativo para Android, mas quase todas as ferramentas descritas também podem ser usadas no aplicativo para iOS e na interface web.

Índice

Detalhes do mapa
Um dos principais recursos do Google Maps é a capacidade de alterar a forma como o mapa é exibido. A maioria dos usuários tende a dar pouco peso a esta função, talvez usando apenas um tipo de mapa diferentes entre os três disponíveis (padrão, satélite, levantamento), porém existem outras configurações que podem ser muito úteis. Ao ativar o menu de alteração da exibição dos níveis a partir do botão no canto superior direito (aquele com dois quadrados sobrepostos) você pode escolher diferentes opções na categoria Detalhes do mapa.

Transporte público: mostra paradas de ônibus, metrô, trem e outras paradas de transporte público no mapa. Para alguns tipos de transporte também mostra rotas coloridas (por exemplo para linhas de metrô);
Tráfego: apresenta a intensidade do tráfego automóvel nas estradas, com diferentes intensidades crescentes (verde, amarelo, vermelho). Muito útil para quem viaja de carro nos horários de pico;
Bicicleta: mostra as ciclovias e percursos recomendados para quem viaja de bicicleta. Ainda não é uma visualização precisa em todas as cidades, mas oferece um excelente panorama para quem deseja planejar um roteiro de bicicleta;
3D: torna os edifícios e estruturas no mapa ligeiramente tridimensionais, mas só funciona com o tipo de mapa padrão;
vista da rua: mostra as ruas percorridas pelo serviço de fotos imersivas, para que você possa entender onde as imagens estão disponíveis e onde não;
Fogo (não ativo na Itália): indica quaisquer incêndios e pontos perigosos no mapa;
Qualidade do ar (não ativo na Itália): mostra uma área colorida que fornece informações sobre o estado do ar. Se você tiver necessidades específicas de navegação, algumas dessas visualizações específicas podem ser uma grande contribuição e tornar o uso do Maps muito mais conveniente.

Adicionar estágio
Se precisar planejar uma rota complicada no Google Maps, você pode usar o “Adicionar estágio”. Desta forma, o serviço de navegação se encarregará de estabelecer a melhor rota para você chegar ao seu destino, passando por todas as etapas intermediárias. Para adicionar um waypoint, basta definir a navegação para um primeiro, em seguida, pressione o botão com os três pontos no canto superior direito e selecione “Adicionar parada”. Neste ponto você pode adicionar um próximo local para onde ir.Se você tiver mais estágios, poderá adicionar mais e alterar a ordem de sucessão de acordo com suas preferências.

Saídas de metrô
Função muito útil para quem utiliza frequentemente o metrô, tanto nas cidades italianas como no exterior. Ao iniciar a navegação com transporte público, o Google Maps não apenas indica em qual estação de metrô você desce, mas também sugere qual saída entre na estação de chegada. Pode parecer uma pequena ajuda, mas não é. A sugestão de fato permite que você saia pelo lado direito da estação de metrô e continue a viagem a pé com mais conforto. Por exemplo, se a estação de metrô tiver várias saídas em lados opostos de um cruzamento, o Maps irá sugerir a saída certa para encontrar você. lado correto da estrada, evitando ter que atravessar na superfície. Este recurso não funciona em todos os lugares, portanto você terá que ter sorte. Usámo-lo, por exemplo, para o metro de Taiwan, onde todas as saídas das estações de metro estão sempre perfeitamente sinalizadas.

Navegação em realidade aumentada
Um recurso adorado por profissionais Google Maps, que ainda luta para se estabelecer para o público em geral. É chamado Visualização ao vivo e ainda possui um ícone dedicado na interface: ao ativar a navegação a pé, você o vê no canto inferior esquerdo, tem o formato de um espaço reservado cercado por quatro cantos. Como o título sugere, esta é uma espécie de visual em realidade aumentada. Para utilizá-lo, basta levantar o smartphone e enquadrar o que está ao seu redor com a câmera. A imagem que você está fotografando aparecerá na tela com uma sobreposição da rota que você precisa seguir e outras informações úteis. O Live View é particularmente importante para pessoas que não conseguem se orientar bem no mapa 2D, porque fornece uma visão muito válida. Suporte visual 3D. Na tela você pode ver a estrada com setas grandes indicando quando virar à esquerda ou à direita, quando continuar em frente e quando ter cuidado.

Monumentos em 3D
Não é o recurso mais útil do Google Maps, mas ao mesmo tempo é muito espetacular. Lá Visualização 3D para monumentos Está disponível apenas para uma seleção de locais ao redor do mundo, embora a lista tenha crescido cada vez mais nos últimos anos. A maioria dos locais selecionados são praças, prédios históricos, pontes e outras obras de planejamento urbano bastante procuradas. Para assistir um monumento na versão tridimensional, basta procurá-lo na barra de pesquisa ou selecioná-lo no mapa. Neste ponto, uma janela será aberta na parte inferior: a primeira caixa à direita é o “Visão imersiva”, abra-o e você estará imediatamente pronto para navegar em 3D. A função ainda não está perfeitamente otimizada e pode não ser muito fluida em alguns smartphones. Além de poder visualizar o local em 3D, também é possível alterar ohora do dia e a previsão do tempopara ter uma atmosfera diferente e ver o monumento sob uma luz diferente.

Viaje no tempo vista da rua
É uma das ferramentas mais importantes integradas ao Google Maps. Muitos não sabem, porém, que entre as muitas funções particulares desta seção existe também aquela que permite “viagem no tempo”, analisando diferentes gerações de imagens registradas no Street View. Acessar esse baú do tempo é muito simples. Basta entrar no Street View view em qualquer rua e verificar se na janela pop-up abaixo existe a opção “Veja outras datas”. Ao pressionar esta escrita você entra na seção dedicada com todas as imagens do Street View já capturadas naquela estrada ao longo do tempo. Nas ruas mais conhecidas das principais cidades italianas você pode voltar muitos anos no tempo, chegando até 2008 ou mais. Normalmente, há anúncios gráficos do Street View intervalos de 2 ou 3 anospara que você possa ver como aquela rua ou bairro mudou gradualmente.

Salvar estacionamento
O nome se explica. Esta função de Google Mapas é muito útil para quem tem memória curta e esquece onde estacionou o seu autoo moto o para bicicletas. Usá-lo é muito simples: basta abrir o Maps, pressionar ponto azul que indica sua posição e selecione a segunda opção da janela, que se chama “Salvar estacionamento”. O Maps se encarregará de registrar sua localização exata e mostrá-la no mapa, para que você possa encontrá-la facilmente mais tarde. Além disso, você também pode alterar as informações do local de estacionamento, acrescentando quaisquer detalhes.

Ícone do veículo
Falando no ponto azul da sua localização, esse não é o único ícone que você pode ter. Ao iniciar a navegação automotiva no Google Maps, você pode pressionar seta azul que representa sua localização para alterar o ícone e colocar um personalizado. A escolha é limitada, mas os três pequenos carros estilizados que você pode selecionar são muito coloridos e bonitos. A função não afeta a navegação, é apenas uma peculiaridade estética para quem adora customização.

Mapa off-line
Muitos usuários do Google Maps já ouviram falar do mapa off-line, mas quantos realmente os usam? Provavelmente poucos, visto que nossos smartphones agora estão sempre conectados à Internet. Ainda assim, os mapas offline representam outra ferramenta muito interessante para algumas necessidades específicas. Por exemplo, eles são muito úteis quando você entra viagem, especialmente em áreas onde a conexão constante à rede não é garantida. Ter um mapa off-line permite que você navegue pelo ruas e pesquise pontos de interesse mesmo sem ter uma conexão com a Internet. Uma ferramenta desse tipo pode ser importante não só no carro, mas também quando você vai passear caminhada em locais isolados, por isso recomendamos o seu uso também para os amantes de passeios ao ar livre. Para baixar um mapa offline, basta digitar…