O WhatsApp há muito tempo verifica os arquivos trocados pelos usuários, tanto no envio quanto no recebimento, para denunciar qualquer arquivos maliciosos ou em um formato não suportadomas um relatório que chegou até nós hoje em nosso grupo no Facebook mostra um aviso diferente do esperado.

O conteúdo deste documento pode não ser seguro. Antes de abri-lo, certifique-se de que a pessoa que você
Enviei para ser confiável.

Como você pode perceber, este é o texto da mensagem de aviso, que difere daqueles informados na central de ajuda do WhatsApp:

Este arquivo tem um formato incomum e, portanto, pode estar danificado, ser perigoso ou não ser suportado pelo WhatsApp. Por precaução, não será possível enviá-lo.

ó

Este arquivo tem um formato incomum e, portanto, pode estar danificado, ser perigoso ou não ser suportado pelo WhatsApp. Por precaução, não será possível abri-lo.

Não é um arquivo corrompido ou sem suporte, é apenas um possível ameaça à segurança (spoiler: neste caso não foi).

Em suma, fica claro que o aplicativo está trabalhando para aprimorar suas funções de proteção aos usuários, também no que diz respeito à troca de arquivos, e também ao preço de alguns falso positivo.

Atenção, isso não significa que o WhatsApp leia o contente dos arquivos em questão, mas apenas que alguma verificação seja realizada sobre eles, um pouco como um antivírus. Além disso, qualquer aviso aparece apenas em primeira abertura do arquivo, mas não para os subsequentes. No entanto, isso confirma que não é por acaso que um documento considerado suspeito chega até você enviado novamente você ainda receberá o aviso quando for aberto pela primeira vez.

Resumindo, o WhatsApp estende a mão e tenta prevenir: se você clicar em “abrir” será por sua conta e risco.